Quatro estações

Muitas foram as primaveras,
de flores e ilusões vividas.
Lindos os verões,
muito sol e brilho
num tempo que não se apaga.
Esperanças ainda no outono,
quando a vida já se escorria lenta.
Não lamento agora nenhuma estação,
não sou nostálgica nesse momento,
não falo em saudade de um tempo que se foi.
O que não me permito é abrir mão da
ainda enorme vibração da vida
nesse inverno que se prenuncia.

SK – 2010

Anúncios

Um pensamento sobre “Quatro estações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s