Arquivo | julho 2012

Ponha-se no lugar de sua avó

Na hora de dar apoio a uma pessoa mais velha, é essencial conseguir se colocar no lugar dela. Mas como? Até aplicativos ajudam.Aproximar as gerações e fazer os mais jovens entenderem as necessidades dos mais velhos: um exercício de se colocar no lugar do outro e de empatia.

Nuvem

 

 

Ando pelo mundo tal como uma nuvem cor de rosa,

buscando um céu pra me acomodar.

Gotas de chuva caem em meu existir

fazendo-me quase desintegrar,

mas ganho forças, não sei como nem de onde me vêem.

E continuo minha ida, que talvez seja sem volta,

parando onde não existo,

sendo onde não sou,

até quando encontrar existência onde eu for.

(3/8/65)

Eu

Ondas do mar

quebram-se nas praias de meu corpo.

O luar

reflete-se em meus olhos de céu da noite.

Sons musicais

vibram no compasso do sangue em minhas veias.

De meus lábios o grito do coração: A M O R!

Sou só eu sendo mais eu.

Alma

“Quando sua mente estiver correndo numa direção

em que esteja incômoda, use sua imaginação.

Retrate a mente como uma luz minúscula no centro da sua testa.

Com suavidade, sinta-a como uma chama.

Com o toque do seu pensamento, cerque-a, mantenha-a acesa,

como se você estivesse levando algo muito precioso consigo.

Lembre-se dos que caminham com livros na cabeça para manter a coluna ereta.

Porém, você não sentirá peso ao carregar uma luz na testa.

A alma é tão leve.” 

Anthea Church

Máximas de Stanislaw Ponte Preta

Stanislaw Ponte Preta – pseudônimo de Sergio Marcos Rangel Porto (1923 – 1968). Eu acho que criadores do nível dele não deviam se ir tão cedo. Foi Patrono do Jornal O Pasquim; irreverente no estilo teve inúmeros livros publicados, todos com sucesso e até hoje fontes de leitura. Criou alguns personagens inesquecíveis e ficou definitivamente conhecido, com o famoso FEBEAPÁ – Festival de Besteiras que Assolam o País que rendeu 2 livros publicados em 66 e 67.

“As três coisas mais perigosas que eu conheço são: limpar arma de fogo, mulher do vizinho e croquete de botequim.

Há uma grande diferença entre o católico e o carola. Católico é o que ama a Deus, carola é o que teme.

Quem arrisca não petisca, quem não chora não mama, quem não morre não vê Deus.

O fato de um homem ser muito preparado não implica em que ele seja bom político; creolina também é preparada e limpa latrina.

O velho que recorda comovido, creditando ternura a pessoas, fatos e coisas do passado, não percebe que o que sente é saudade de si mesmo.

Certos produtores de televisão dão tanto em cima das artistas que deviam receber ordenados de reprodutores.

Quando se chega a certa idade as dentaduras postiças começam a sorrir para a gente.

Tinha um complexo de inferioridade tão grande que quando olhava no espelho não via ninguém.

Sempre ouvia dizer que o homem totalmente realizado é aquele que tem um filho, planta uma árvore e escreve um livro. Ele tinha um filho; um dia plantou uma árvore. O filho trepou na árvore, caiu e morreu. Não lhe restava outra alternativa: escreveu um livro sobre o ocorrido.

Dono de cartório de protesto é uma espécie de cafetão da desgraça alheia.

O marido enganado é um homem que se engana a respeito da mulher que o engana.

O único programa de televisão que depois que começa a gente não sabe o que vai acontecer é transmissão de jogo de futebol.

“– Seu Padre, eu trouxe aqui este leitãozinho para Santo Antônio”. “– Pode deixar que eu entrego”.

Às vezes eu tenho a impressão que meu anjo da guarda está gozando licença-prêmio.

O colibri é o helicóptero de Deus.

A prosperidade de alguns homens públicos do Brasil é uma prova evidente que eles vêm lutando pelo progresso do nosso subdesenvolvimento.

Pelo jeito que a coisa vai, em breve o terceiro sexo estará em segundo.

Há oradores que, terminados os seus discursos, deviam ser presos por terem roubado o tempo da gente.

Se Diabo entendesse de mulher não tinha nem rabo nem chifre.

Em mulher não se bate nem com uma flor, mesmo porque não adianta nada.

Era uma empregada tão perfeita que a patroa acabou concordando em cozinhar para ela.

As coisas que mais contribuem para avacalhar a dignidade de um homem são: bofetão de mulher, tombo de bunda no chão e dor-de-barriga.

Homem que desmunheca e mulher que pisa duro não enganam nem no escuro.

Não bote a mão no fogo por uma mulher porque você pode ficar com o apelido de maneta.

Crer em Deus é fácil. Nos padres que é difícil.

Quem não deve não teme… uma ova. Quem não teme não paga, isto sim.

Se as paredes falassem… todo mundo ia dormir lá fora.

Cachorro do mato não pega vício de poste.

Mosquito sabido morde primeiro e faz zunido depois.

Em armazém de português, mulata sempre tem vez.”