Amor de verão

Vem o amor em mim.

Aquele amor que é chuva de verão.

Surge de repente,

é forte, impetuoso, vibrante, indomável,

mas já sei que se vai como o ar.

Sou assim, feita de amor.

Amores de chuva de verão,

que propulsionam o viver.

E vivo intensamente o amor,

mesmo que ninguém saiba ou note.

Mesmo que o amorteça

e viva-o só na imaginação.

É quase um amor adolescente

que se mantém dele próprio.

Talvez seja isto o que sinto.

Amor pelo próprio amor.

E concordo sempre:

“…o amor…. que não seja imortal posto que é chama,

mas que seja infinito enquanto dure….”

SK/73

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s