Miséria Humana

Passo e olho aquelas figuras
todas tristes,
marcadas pela vida, enrugadas, rostos inchados,
olhares perdidos
que se elevam para o nada.
Dias soltos no tempo e espaço,
sem perspectivas de futuro.
Vivem o dia, o momento, o instante.
Não param nem pra pensar.
E pensar o que dentro de tanto vazio?
Passo… olho com o peito apertado.
E nada mais.
Só passar, olhar, sentir a dor daquela miséria.
Só pensar naquele vazio que pode ser a vida.
E calar sobre o que é a vida naquelas almas.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s