Surfando na Onda de Vida/Luz

Talvez a maioria não perceba, preocupada demais com a sobrevivência, com as contas da casa, da escola, do plano de saúde, as prestações do carro novo a serem pagas, que na realidade está embrenhada num tipo diferente de escravidão, que a fez refém de um perverso aparelho globalizado onde o “ter” conseguiu aturdir, esmagar, aprisionar o “Ser”, nossa Alma, a essência espiritual. Assistimos na TV, no cinema e nos demais meios de comunicação, a programas que sorrateiramente empurram a quem os assiste valores que acabam se tornando referência comportamental para a maioria da população do mundo como um todo. Tudo gira em volta de status, fama e riqueza, de corpos eternamente jovens, de objetos supérfluos a serem adquiridos, custe o que custar. O conteúdo colocado no ar é geralmente negativo, grosseiro, superficial, frequentemente vulgar, apelativo e de muito mau gosto; tudo recheado de medo.
A violência torna-se cada vez mais presente no noticiário, penetrou até em canais que até recentemente divulgavam documentários interessantes e originais. Os publicitários inescrupulosos a serviço do “sistema” massacram impiedosamente os espectadores com intermináveis e maçantes comerciais, que hoje infestam até a TV paga, faltando com o respeito, quase sempre aumentando propositalmente o volume de som durante sua divulgação.

O lucro, o individualismo, o materialismo exacerbado e o consumismo compulsivo, hoje fragmentam ainda mais a sociedade, que é dividida em numerosas “classes”, como se a renda (ou o endividamento) fosse somente o que interessa. Na prática, de acordo com os padrões vigentes, há um permanente e profundo fosso entre os que têm, (muitíssimo ou muito) e os que pouco ou nada têm. A ética raramente é lembrada e menos ainda aplicada. Temas essenciais que permitiriam profundas melhorias na qualidade de vida são rotulados como “alternativos” e esquecidos quase por completo. O tão necessário autoconhecimento ainda não saiu do limbo. A esperança em um mundo mais decente, igualitário e próspero está minguando, com as religiões pouco ou nada fazendo para reverter este quadro, mais preocupadas com o dízimo do que com a evolução espiritual de seus fiéis.
Quadros depressivos, suicidais (uma pessoa se mata a cada 41 segundos no mundo, perfazendo um milhão de óbitos por ano, enquanto 20 milhões fazem a tentativa – segundo dados publicados ontem pela OMS), o uso maciço de remédios controlados, álcool e drogas mostram o quanto a infelicidade está presente na vida da maioria das pessoas.

No entanto, este ciclo perverso, esta servidão abominável, há de se encerrar. Inúmeros são os sinais mostrando que os “poderosos”, que acreditam estar regendo nossos destinos, na realidade, estão perto de serem desmascarados, impedidos, colocados finalmente onde merecem estar. Esses indivíduos sombrios, escondidos no topo da pirâmide, são poucos, suas metas ambiciosas e egoístas estão violando as imutáveis Leis Naturais e a Verdade da Vida; portanto, são aberrações e destinadas a fracassar por completo. Os povos estão despertando do entorpecimento, cada vez mais conscientes da realidade em que vivem, que a cada dia se torna mais transparente e clara. Em todo lugar, mesmo no mundo dito civilizado, o ser humano, mero pagador de impostos – indivíduo a ser explorado ao máximo para receber o mínimo em troca-, está se organizando, manifestando seu poder inato e exigindo reformas concretas contra a administração incompetente, o mau uso de verbas públicas, a corrupção disseminada e o descaso com o problema de base: o foco no indivíduo, no “Ser”.

Agora é pra valer.
Acredito que uma imensa onda de Vida/Luz está prestes a varrer nosso Planeta com intensidade jamais vista pelo homem moderno. Desde o começo do ano há um intensificar-se de canalizações indicando forte expansão da ação cósmica, já em movimento desde 2008, para a evolução, a mudança de padrão da Terra e de seus habitantes.
Sabemos que tudo vibra, desde um raio de luz, uma rocha, até um pensamento, uma emoção, ou seu aspecto ainda mais sutil: um sentimento puro de amor incondicional.
Isto significa que cada ser humano está vibrando em nível de frequência harmônico, condizente com sua forma de agir, de pensar, de se relacionar, de acordo com o maior ou menor grau de expansão de consciência. Visto que somos todos co-criadores no Universo, nossa atitude, nossa livre escolha e participação, tornam-se agora tremendamente importantes, definitivas. Nossa vibração agrega-se com a dos outros seres despertos, tomando corpo e somando-se àquela que é emitida pelo ponto central da Galáxia. E esta Energia envolvida no processo está acima da terceira dimensão terrena, cheia de conflitos, desarmonias e dor; espaço e tempo deixam de ter o sentido e o peso a eles atribuídos na Terra, permitindo assim, em outra dimensão sutil, somar, potencializar simultaneamente a contribuição de todos nós, mesmo que estejamos fisicamente distantes.
E nada ficará como antes.

Técnicas da Luz, canalizadas recentemente, serão divulgadas no próximo boletim especial, para serem auto-utilizadas ou para formar voluntários em auxiliar as pessoas à sua volta, necessitadas de apoio. Grande número de matérias e aplicativos para auto-alinhar-se e harmonizar-se estão amplamente disponíveis no STUM.
As “Cartas de Cristo”, outra grande sincronicidade que surgiu neste final de ciclo, canalizadas pelo Mestre e ofertadas generosa e gratuitamente à Humanidade toda, nos seus idiomas principais, permitem atingir um precioso patamar de apoio, de autoconhecimento e auto-ajuda de altíssima qualidade, cobrindo todos os aspectos da existência, desde o momento da fecundação até o da volta pra Casa do Pai.
Somos muitos, nossos olhos estão abertos, não mais vivemos na ilusão da matéria ou permeados por medos de toda ordem. Estamos vibrando, focando a Luz, o amor, a vontade de “Fazer aos outros o que gostaríamos que fizessem conosco”, de praticar o Amor em cada situação, de recriar sem demora a harmonia que existia entre o homem e os Reinos da Natureza.

Importante, uma meditação coletiva, presencial e à distância -como a ensinada nas Cartas de Cristo-, está programada para o dia 29 de Setembro: participe, divulgue, celebre!
A Mãe Terra, este organismo magnífico que nos hospeda e nos sustenta, está conspirando junto com as Civilizações espirituais do Cosmos (Sim, Tudo é Um só) para eliminar de vez os horrores e os desmandos que ainda a ferem de morte.
Muito depende de nós! De fazermos nossa parte com coragem, perseverança e determinação.
Falta muito pouco, somente alguns minutos no relógio cósmico…
Perceba os sinais, sinta a linguagem de seu coração, use sua intuição, confie nela. E vamos em frente que esta é a hora.

(Sergio Stum – site Somos Todos Um)

Achei esta matéria muito interessante e que merece ser lida. O site STUM é sério e acompanho há anos. Leia com atenção e, se considerar importante, junte-se à meditação coletiva.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s