Dia do Idoso / Idade Certa

É o primeiro ano que presto atenção a esta data.

Será que realmente estou ficando idosa?

Prefiro pensar que estou chegando à “IDADE CERTA” – como é o título do blog de um amigo recente mas muito querido e admirado.

Afinal a questão de estar ou ser idoso ou velhinho é algo que está lá dentro de cada alma. Tem jovens já muito envelhecidos de tão descrentes, de tão sem sonhos e objetivos. Tem idosos tão cheios de vida, de vontade de viver, de usar cada momento de sua vida para criar oportunidades de sorrir, de amar, de trocar sentimentos, que ficam sempre mais e mais jovens.

Se não me engano Chico Anisio falou uma vez que a gente devia nascer velho e ir remoçando até voltar ao útero materno. Algo assim como o filme Benjamin Button. Eu já havia ouvido isso há muitos e muitos anos atrás, quando eu era menina e fui ao teatro numa apresentação do Colé (comediante que fazia sucesso na década de 50) e sempre guardei na memória. Na ocasião, na minha imaginação de menina, teci as imagens que ficaram calcadas pra sempre.

Acho que não gostaria de ter nascido velha e estar agora no período de jovem. Seria uma experiência bastante melancólica no meu conceito. Creio que o passar do tempo nos dá aquela maturidade  de uma visão mais tranquila com relação a tudo.

Lógico que vamos ficando mais temerosos do fim, principalmente quando começamos a sofrer perdas de pessoas queridas que nos acompanhavam até então. Essas perdas começam a ter um efeito muito maior e mais profundo. Causam um abalo em nossas estruturas internas. Mas, mesmo assim, ainda acho que a maturidade é uma dádiva.

Gostoso poder fixar os olhos no passado e reviver momentos lindos. Relembrar e contar sobre grandes amores e aventuras vividas, sobre trabalhos realizados, sobre alegrias inesquecíveis, viagens feitas com a alma e coração vibrando.  Os momentos não bonitos se transformam em experiências de vida e pequenas histórias que a gente conta para os filhos e netos até citando como exemplos do que não é bom fazer ou deixar acontecer.

Hoje me olho no espelho e vejo as rugas que se formaram em torno dos olhos e penso que assim é porque ri muito pelos dias afora. As pequenas rugas que se instalam na vertical das faces marcam realmente o tempo que foi passando; os cabelos brancos que acho lindos em homens e mulheres emolduram o rosto e dão especial toque ao olhar. Os passos que já são mais lentos e cuidadosos fazem parte de uma trajetória que também foi de cansaço se instalando. E, de uma certa forma, os idosos vão ficando novamente crianças na insegurança do andar, na querença de carinho e ternura dos que os cercam, na carência de atenção para seus sentimentos e palavras.

É então que brota a certeza de que cada tempo tem suas belezas, seus encantos, seus sonhos e sutilezas. E como o caminho é tão somente em frente, quero deixar aqui todo meu carinho e um abraço cheio de ternura para todos meus amigos que também estão na IDADE CERTA, comemorando essa data instituída com merecimento: DIA DO IDOSO.

Anúncios

17 pensamentos sobre “Dia do Idoso / Idade Certa

  1. Querida Sonia, dia do Idoso como todos os outros “dias” são assim… um momento de reflexão na nossa correria diária e constante, um momento para descobrir o que estamos fazendo conosco e com a vida das pessoas que nos cercam. Mas deveríamos refletir mais, sem precisar agendar esse momento, pensar mais sobre o que fazemos sobre todos os aspectos da vida, pessoal, profissional e emocional. Um grande beijo querida jovem amiga.

  2. Amiga Sonia, confesso que este texto me sensibilizou profundamente. Seria melhor dizer, me emocionou. Você realmente consegue se expressar com uma clareza ímpar. Parabéns pelo brilhantismo do seu blog.
    Grande abraço.

  3. Oi, Soninha! Parabéns pela bela reflexão.
    Penso que as rugas de um rosto fazem parte de sua história. E que cada idade, cada fase da vida, tem a sua beleza intrínseca. Que os anos acumulados significam experiência, sabedoria, compreensão. E só quem viveu muito tem muito a recordar! Um beijo e um abraço carinhoso da Marisa

  4. Quando é que podemos nos considerar “Idoso”? Como a senhora mesmo disse é um estado de espirito, e graças a Deus, ainda não me considero, e a sua reflexão reforça mais ainda a minha opinião que estou na “idade certa”. Mas se Deus quizer, espero chegar lá e ter a mesmo encantamento que a senhora tem a respeito dessa idade…. Mais uma vez, parabéns !!!!!

  5. Querida Amiga, Sonia !
    Parabéns! É maravilhoso, ler seu blog…Suas palavras, é o aconchego de minha Alma,
    Como disse…a maturidade é uma dádiva. Com certeza, devemos muito a Vida, por nos dar
    essa oportunidade de chegarmos a Idade Certa.
    Voce… é Muito Especial !
    BEIJOS !
    Marlene

  6. Nos meus quase 88 anos li coisas tão verdadeiras e comoventes como no seu blog. Nem sabia que era o dia do idoso e nem sabia que eu tinha essa idade.
    rsrsrs. Foi bom, acordei um pouco e vou pensar no assunto e que seja bem depressa para dar tempo de ainda fazer alguma coisa.
    Pararbéns pelo Dia do idoso e por vc. mesmo.
    Obrigada e um beijo no seu coração.

  7. Sonia, querida, idoso é a mãe…
    Tô brincando.
    Recebi seu e-mail me avisando deste presente, e seu texto é realmente um lindo presente para quem gosta de ler.
    Como dizia o grande Millôr sobre envelhecer, a alternativa é bem pior!
    Gostei da ideia da “idade certa”.
    Você está certa.
    Beijos.

  8. Que coisa boa encontrar v. por aqui comentando. Até me fez reler o que escrevi há quase dois anos e refletir sobre meu próprio pensamento que permanece igual. Envelhecer tem seus espinhos, mas ainda contém muitas flores a serem colhidas.
    Abraço com carinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s