Mitos sobre chocolate

Adoro chocolate! Como sem remorso e sem preocupações. Quando menina e morava no interior de Minas, minha avó Maria que morava em SP, enviava pelo motorista da Viação Cometa, pacote de Sonho de Valsa (o da época tinha um sabor diferente do de hoje e era maravilhoso), que o bom homem entregava na porta de casa (muito bons tempos…..). Duas coisas que não recuso: o bendito chocolate e bala de coco caseira. Essa última então minha mãe comprava de kilo, encomendada de uma senhora que fazia deliciosas. Eu ficava medindo as balas pra deixar as maiores para o fim. E me esbaldava por bons períodos.

Ninguém tem dúvidas de que o chocolate é irresistível! O problema é que não faz muito bem à saúde, certo? Errado! Se consumido da forma correta, o chocolate pode trazer vários benefícios e até ajudar a perder peso. A nutricionista funcional Andréa Santa Rosa Garcia, membro da Sociedade Brasileira de Nutrição Funcional, explica que, para fazer bem, o chocolate precisa ter pelo menos 50% de cacau em sua composição. “Os ingredientes do chocolate, com exceção do cacau, são fatores de risco para doenças cardiovasculares e obesidade. Se consumirmos chocolate que tenha menos que essa porcentagem de cacau, estamos ingerindo mais açúcar e manteiga do que cacau, ou seja, ao invés de estarmos beneficiando o nosso organismo estaremos prejudicando”, afirma.

Ela desvenda alguns mitos e verdades sobre o chocolate.

Quanto mais amargo o chocolate, mais benefícios.
Verdade.
 Quanto mais amargo o chocolate, ou seja, quanto maior a porcentagem de cacau, maiores os benefícios nutricionais. “O chocolate ao leite traz em sua composição mais gordura saturada e açúcar, ficando com apenas 16% de cacau. Já o chocolate acima de 50% de cacau, tem menos açúcares e gorduras saturadas, fatores de risco para obesidade e doenças cardiovasculares”.

O chocolate acelera o metabolismo e ajuda a emagrecer.
Verdade.
 O chocolate com mais de 50% de cacau é rico em gorduras mono insaturadas que ajudam no emagrecimento e na vontade de consumir doces refinados. “Mas devemos destacar a importância de ser adquirido hábitos alimentares saudáveis, não será apenas o chocolate que fará milagres. E, se não houver uma orientação nutricional , podem gerar um efeito contrário”, afirma.

Comer chocolate diariamente acelera o envelhecimento.
Mito. 
O que ocorre é exatamente o contrário. O cacau possui flavonóides, potentes antioxidantes que junto com as epicatequinas diminuem o estresse oxidativo, radicais livres produzidos em grandes quantidades por nós, deixando a pele mais saudável e retardando seu envelhecimento.

O chocolate pode ajudar a reduzir a pressão arterial.
Verdade. 
O chocolate com mais de 50% de cacau ajuda na melhora da função endotelial, diminui a adesão plaquetária e, consequentemente reduz da pressão arterial. A recomendação da nutricionista é de 40 gramas por dia..
O chocolate faz mal para a pele e causa espinhas.
Mito.

 Não há nenhuma comprovação científica sobre essa relação. “Pelo contrario, pequenas porções por dia melhoram a estrutura da pele o fluxo sanguíneo. Mas o mais importante é saber a hora de parar, afinal, tudo que é ingerido em grande quantidade não faz bem e um dos maiores vilões da acne são as desordens hormonais”, ressalta.

(site Bolsa de Mulher)

Anúncios

5 pensamentos sobre “Mitos sobre chocolate

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s