Senhora é a vovozinha!!

vovozinhaEsta postagem me fez parar pra pensar nos “quando” da vida.

Li inteira no blog de meu amigo Oswaldo (Idade Certa) e providenciei de imediato uma resposta às colocações feitas (veja no final da matéria).

Raramente me chamam de senhora e não vejo isto como ruim… acho até bom! Não sei se é utopia pensar que a juventude está na alma, mas que é bem melhor achar que sim, não há dúvida. A questão do envelhecer é algo pensável. Quando a idade vem chegando encontramos justificativas pra algumas coisas que nos irritam – desde muito jovens, desde sempre  –  e jogamos sobre a idade a falta de paciência em aceitar. Mas, ao mesmo tempo, dentro da alma ainda encontramos tanta sede de viver, tantos sonhos a realizar, vemos tanta beleza na vida e nos contatos com pessoas inteligentes, rápidas de pensamento, distribuidoras de alegria e amor, que o tempo torna-se mero detalhe.

“Senhora, eu?

Senhora é a vovozinha. A sua vovozinha, porque a minha continua amassando pão e revolvendo a horta! E ainda pisca o olho para o gerente do banco, a danadinha.

Quando foi que começaram a me chamar de senhora? Será que eu sei?

Será que foi quando aquele rapaz me deixou passar na frente na fila do supermercado?

Será que foi quando eu fui pintar o cabelo, não para ficar “fashion“, mas para esconder os brancos?

Será que foi quando passei chispando pela lojinha de jeans e entrei na de roupas clássicas?

Será que foi quando eu comentei com o colega mais novo que ele tinha que sair mais porque, afinal, no meu tempo a gente saía de montão?

Será que foi quando bocejei desesperadamente naquela festa, louca pelo meu pijama velhinho e os meus lençóis de algodão?

Será que eu sei?

Será que foi quando escolhi a estação de águas para passar o feriadão?

Será que foi quando me escandalizei com o beijo daquele casal na rua?

Será que foi quando disse “antigamente” pela primeira vez?

Será que foi quando parei de usar calcinha cavada?

Será que foi quando decidi pelo marrom ao invés do pink?

Quando foi mesmo que começaram a me chamar de senhora?

Será que foi quando perdi a paciência com aquela criança no restaurante?

Será que foi quando parei de passear a esmo?

Será que foi quando me senti satisfeita com apenas um abraço e uma “boa noite”? E dei graças a Deus?

Será que foi quando me resignei com aquela injustiça?

Será que foi quando disse sim quando queria dizer não?

Será que eu sei?

Quando? Quando foi que começaram a me chamar de senhora?

E quando foi, meu Deus, que eu comecei a aceitar?”

(Sara Maria Binatti dos Anjos)

(meu comentário ao post):

É a vovozinha!…. E a sua!…. rsrsrs
Sei lá, amigo, quando foi que comecei a me sentir MENOS JOVEM.vó
O pessoal ainda me chama de VOCÊ e até estranho, pois os amigos de meus netos o fazem, a moça que trabalha aqui em casa, o pessoal que me atende no mercadinho, na farmácia (??), o guarda noturno… Às vezes até comento e meu neto mais velho diz que é porque sou uma pessoa a vontade, que não intimida os jovens, que converso e brinco o tempo todo. Será que sou assim? Já me irrito tanto com barulho, com crianças… quero ficar no meu canto ouvindo minhas músicas, escrevendo, lendo. Por vezes minhas filhas dizem que estou ficando igual minha mãe, implicante e chata.
Será? Tenho que pensar seriamente em tudo isto. Mas, por enquanto, “vovozinha é a mãe…” Grande abraço da Sonia

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “Senhora é a vovozinha!!

  1. Tem sorte de ter uma Manu que lhe chama Babu. Com isto, os próximos netos lhe chamarão assim também, com certeza. Afinal somos jovens demais pra chamarem a gente de vovó ou vovô!
    Realmente….. é a mãe ou o pai!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s