Quando eu não puder mais

Tem pessoas que a gente tem na vida e que se tornam importantes com a própria chegada e com o passar do tempo.  

E falando em tempo,

quanto mais ele passa mais nos torna conscientes de que o caminho vai diminuindo.

E isto nos dá o direito de nos dirigirmos carinhosamente

a quem dedicamos muito amor e carinho e dedicar essas palavras muito especialmente.

E que fiquem marcadas como uma real dedicatória no livro da vida.

quando eu não puder ir

Anúncios

5 pensamentos sobre “Quando eu não puder mais

  1. Minhas duas amigas amadas, aproveito para apresentá-las. Elza é minha amiga há mais de 30 anos (não que sejamos velhas, mas começamos cedo rsrs), trabalhamos juntas por um tanto de tempo, vimos nossos filhos crescerem e agora tem pelo menos 15 anos (tempo que moro aqui) que infelizmente não nos vemos, morremos de saudade e nos falamos constantemente por e-mail.
    Suzi é mais recente no conhecimento. Tão recente que ainda nem nos conhecemos pessoalmente rsrsrs. Mas isso não impede, de forma nenhuma, que tenhamos constatado uma afinidade muito grande e que tenha nascido um carinho enorme de amor. Também mantemos constante contato via e-mail, trocando o que podemos de nossas histórias. E mais uma coisa em comum: nós três amamos cachorros e bichinhos e temos os nossos amados maravilhosos. Vocês me acompanharam nesses meses de muita dor e sofrimento e eu agradeço do fundo do coração. Foi isto também que me deu o sucesso da recuperação total. Amor, carinho, preocupação, orações, estar junto, são remédios que permanecem na alma e fazem um bem maior do que os remédios e deixam sequelas só de ternura e gratidão. Amo vocês! Deus deve ser mesmo meu amigo por ter me dado pérolas assim para o colar da minha vida.
    Talvez tenham entendido pra quem deixei a dedicatória da mensagem. Espero que a pessoinha também entenda. Beijos e beijos, carinhos e carinhos.

  2. Sonia, olá!
    Apenas para agradecer por ter me ladeado com uma querida tua de tempos. Bom saber que tem pessoa especial assim na tua jornada. Poucos podem se gabar disso. Quantidade não é qualidade. E te digo, e você sabe, estar fisicamente próximo nem sempre é tudo. Estar no coração, mente e alma… contam mais.
    Nestas viagens que fiz – você também sabe – encontrei queridos de tempos, a coisa mais prazerosa perceber o mesmo carinho e afeto morando em nós, apesar da distância. Alegria quase infantil nos reencontros. Distância apenas de quilômetros, nunca de sentimentos!
    Não sou muito fã deste lance de confetes, mas vá lá… rs! Uma das coisas que mais me encanta em você são teus pitacos sábios – já brinquei uma vez, e repito – Sonia querida, você atira na mira que vê, e acerta em mais de um alvo… Que… Ainda bem que não os vê… rs!
    Elza, olá! Não nos conhecemos, mas temos algo bom em comum. Algo não, alguém que vai se mancar neste ano, e entrar purificada (entendeu?) em 2014! Ah! Vai…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s