“Somos queijo gorgonzola”

Nada, nada mesmo além da valorização pessoal.

Envelhecimento é algo tão pessoal e tão revestido de sentimentos, que acaba sendo inexplicável.

Começamos a envelhecer quando nascemos e deveria ser algo bem natural para todos.

Lógico que tem umas deteriorações de memória, de saúde no geral,

de uma dorzinha aqui, outra ali,

de cabelos embranquecendo (mas ficam lindos!) ,

de umas ruguinhas que vão se instalando sem que nenhum creme resolva.

Mas é a natureza se mostrando em todo seu esplendor e sabedoria.

maitê

“Estamos envelhecendo, estamos envelhecendo, estamos envelhecendo, só ouço isto.

No táxi, no trânsito, no banco, só me chamam de senhora.

E as amigas falam “estamos envelhecendo”, como quem diz “estamos apodrecendo”.

Não estou achando envelhecer esse horror todo.

Até agora.

Mas a pressão é grande. Então, outro dia, divertidamente, fiz uma analogia.

O queijo Gorgonzola é um queijo que a maioria das pessoas que eu conheço gosta.

Gosta na salada, no pão, com vinho tinto, vinho branco, é um queijo delicioso,

de sabor e aroma peculiares, uma invenção italiana, tem status de iguaria com seu sabor sofisticadíssimo,

incomparável, vende aos quilos nos supermercados do Leblon, é caro e é podre.

É um queijo contaminado por fungos, só fica bom depois que mofa.

É um queijo podre de chique.

Para ficar gostoso tem que estar no ponto certo da deterioração da matéria.

O que me possibilita afirmar que não é pelo fato de estar envelhecendo

ou apodrecendo ou mofando que devo ser desvalorizada.

Saibam: vou envelhecer até o ponto certo, como o Gorgonzola.

Se Deus quiser, morrerei no ponto G da deterioração da matéria.

Estou me tornando uma iguaria.

Com vinho tinto sou deliciosa.

Aos 50 sou uma mulher para paladares sofisticados.

Não sou mais um queijo Minas Frescal,

não sou mais uma Ricota,

não sou um queijo amarelo qualquer para um lanche sem compromisso.

Não sou para qualquer um, nem para qualquer um dou bola,

agora tenho status, sou um queijo Gorgonzola.”

Maitê Proença

Anúncios

3 pensamentos sobre ““Somos queijo gorgonzola”

  1. Sonia, olá! Boa tarde!
    Passando rapidamente, não resisti comentar.
    Danusa, sempre The Best!
    Adorei a analogia que fez de si mesma com o queijo gorgonzola… Acho que ao ler isto, uma questão que muito me incomoda foi respondida… Hummmm… Pensando…
    Caso, alguma vez, pense em me classificar na categoria queijo – rs…! – Já vou logo apelando, ah! Antes te digo, nada contra o gorgonzola, que… aliás, neste momento, até daria o teu dedo mindinho por um belo prato de pasta – pene ao pesto de gorgonzola – belissimamente acompanhado por uma taça de merlot e boa!
    Como ia dizendo, eu me classificaria como o queijo Brie, mofinho branco por fora, cremoso e macio por dentro – surpreendente! Rs…! – e sem o cheirinho delicioso de chulé do gorgonzola… rs! Achoquetôcumfome!
    Espia só pro cê ver, como me faria bem acompanhar:
    http://oquedoqueijo.com/2012/12/01/261/
    Beijos amiga, adorando teus posts, como sempre!
    Carinhos,
    Suzi

  2. ERRATAÇA: Misturei as duas meninas, perdão! Onde ler – meu comentário anterior – Danusa, olhe bem… rs! Leia-se: Maitê. Mas o elogio foi mesmo para a Danusa Danusa… Bjs

  3. V. é uma humana maravilhosa e por isto também tem o direito de errar. Adorei seus comentários como sempre e já copiei a matéria sobre o queijo Brie – que também adoro!!!! – para transformar em novo post. Obrigada pela colaboração. Desde muito tempo sempre disse que se eu pudesse viveria só de queijos. Como gosto!! Mas ainda vamos apreciar tudo isto tomando champagne!
    E nos esqueçam no tempo…… Beijão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s