O que o vento não levou

SEM PALAVRAS.

MÁRIO QUINTANA POR SI JÁ É UMA ENCICLOPÉDIA

REPLETA DE BELEZA, SUAVIDADE, POESIA E CARINHO.

Quintana e o vento

Anúncios

2 pensamentos sobre “O que o vento não levou

  1. Incrível amiga!!! Iniciei e não consegui concluir um poema que fiz nos anos 60

    quando perdi o meu primeiro, único, e inesquecível amor… porque meu coração quase explodiu de tanta dor. Gostaria se for possível, que você completasse esse meu poema com a sua alma e talento de poeta que lhe é inerente. O poema em

    questão chama-se “Folhas ao Vento”

    Eu sem você dentro dessa vida não vivo, passo

    Sou como folhas mortas levadas ao vento na longa caminhada

    Eu sem você não vivo, sobrevivo, e existo apenas por saber que tu estas também dentro dela

    Eu sem você não vivo, persisto- Eu sem você não vivo passo, sou como folhas mortas levadas ao vento na longa caminhada

    Não consegui concluído e toda vez que insisto fico travado até os dias de hoje, abraços amiga querida.

  2. Que responsabilidade v. me passa, amigo! Escreveu tão bonito e tão sentido, que me parece um poema já completo. Mas copiei e vou tentar me colocar em seus sentimentos e fazer algo mais. Assim que conseguir lhe passo. Nos anos 60 v. tinha quanto anos? Eu tinha 13 e também já amava com paixão, daquelas que a gente acha que vai sufocar e não passar nunca mais. Volto a falar com v.
    Grande abraço e carinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s