Arquivo de Tag | consciência

Hábitos e pensamentos

hábitos de pensamento

As suas inspirações passageiras, ou ideias brilhantes,

não controlam tanto a sua vida como o fazem seus hábitos mentais diários.

Bons hábitos são seus melhores amigos, preserve a força deles com estímulos de boas ações. 

Maus hábitos são seus piores inimigos, contra sua vontade eles lhe obrigam a fazer coisas que lhe machucam mais e mais.

Eles são prejudiciais a sua felicidade física, social, mental, moral e espiritual.

Deixe de nutrir os maus hábitos recusando-se a dar a eles qualquer tipo de alimento adicional de más ações.

Bons ou maus hábitos precisam de tempo para adquirirem força.

Maus hábitos poderosos poderão ser destronados pelos bons hábitos opostos se estes forem cultivados com paciência.

Um mau hábito pode ser rapidamente modificado.

Um hábito é o resultado da concentração da mente.

Você tem pensado de uma certa forma.

Para formar um novo e bom hábito basta concentrar-se na direção oposta.

Através das dificuldades das lições do dia-a-dia,

você verá claramente que os maus hábitos nutrem a árvore dos infindáveis desejos materiais,

enquanto os bons hábitos nutrem a árvore das aspirações espirituais.

Você deve concentrar os seus esforços, cada vez mais,

no desenvolvimento saudável da árvore espiritual,

para que um dia você possa colher os frutos maduros da realização do seu Eu divino.

Seja cuidadoso com o que você decidir fazer conscientemente,

pois, a não ser que sua força de vontade seja muito forte,

será isto que você terá de fazer repetida e compulsivamente

através da força influenciadora dos hábitos da mente subconsciente.

Hábitos de pensamentos são magnetos mentais que atraem para você certas coisas, pessoas e condições.

Enfraqueça um mau hábito, evitando tudo aquilo que o ocasionou ou que o estimulou, porém, sem se concentrar nele.

Dirija então sua mente para bons hábitos e, firmemente, cultive-os até que passem a fazer parte de você.

A verdadeira liberdade consiste no desempenho de todas as ações,

na alimentação, leitura, trabalho e assim por diante, de acordo com o julgamento correto

e escolha da vontade, e não compelido pelos hábitos.

Coma o que deve comer e não necessariamente o que está habituado a comer.

Faça o que deve fazer e não o que seus maus hábitos ditarem.

Você só será uma pessoa realmente livre quando conseguir descartar-se dos maus hábitos.

Você só será uma alma livre quando for um verdadeiro mestre capaz de comandar a si mesmo a fazer as coisas que devem ser feitas, mesmo sem querer fazer.

Nessa força de autocontrole está a semente da liberdade eterna.

Não continue a viver sempre do mesmo jeito antigo. 

Trabalhe a sua mente para que alguma coisa seja feita para melhorar sua vida, e então faça.

Mudar sua consciência, é tudo o que é necessário fazer.

Se você for capaz de se libertar de todos os tipos de maus hábitos 

e de fazer o bem porque quer fazer o bem

e não meramente porque o mal traz tristeza, então você está verdadeiramente progredindo espiritualmente.

Paramahansa Yogananda

 

Anúncios

Maria Madalena e o perfume precioso

madalena e jesus

A sociedade prossegue dizendo: “Isso está certo, e aquilo está errado”. Chamam a isso de consciência. Ela se fixa, fica implantada em você. Você fica repetindo isso. Isso não tem valor; não é verdadeiro. A coisa real é sua própria consciência. Esta não carrega respostas pre-definidas sobre o que é errado e o que é certo, não. Mas instantaneamente, seja qual for a situação que surja, ela lhe traz a luz – você entende imediatamente o que deve ser feito.

Jesus foi visitar a casa de Maria Madalena. Maria estava profundamente apaixonada. Ela derramou um perfume muito precioso nos pés dele – o frasco inteiro. Era um perfume bem raro que podia ter sido vendido. Judas imediatamente objetou. Ele disse, “Você deve proibir as pessoas de fazer essas coisas sem sentido. O perfume ficará estragado, e há pessoas que são pobres e que nada têm para comer. Podíamos ter distribuído o dinheiro para os pobres.”

Jesus disse: “Não se preocupe com isso. O pobre e o faminto estarão sempre aqui, mas eu terei partido. Você pode servi-los durante toda sua vida, mas eu terei partido; mas eu terei ido. Olhe para o amor, não para o perfume precioso. Veja o amor de Maria, seu coração.”

Com quem você irá concordar? Jesus parece ser muito burguês e Judas parece perfeitamente econômico. Judas está falando a respeito dos pobres, e Jesus apenas diz que partirá logo, assim deixe o coração dela fazer o que ela quiser e não traga aqui sua filosofia.”

Geralmente sua mente irá concordar com Judas. Ele era um homem bem aculturado, sofisticado, um pensador. E ele o traiu – vendendo Jesus por trinta moedas de prata. Mas, quando Jesus foi crucificado, ele começou a sentir-se culpado. É assim que um homem bom funciona – ele começou a se sentir muito culpado, a consciência dele começou a perturbá-lo. Ele cometeu suicídio.

Era um homem bom, tinha uma consciência. Mas ele não tinha consciência. Essa distinção precisa ser profundamente entendida. A personalidade é emprestada, fornecida pela sociedade. A consciência é sua realização. A sociedade ensina a você o que é certo e o que é errado: faça isso e não faça aquilo. Ela lhe dá a moral, o código, as regras do jogo – essa é sua personalidade. Do lado de fora, o policial; dentro, a consciência – é assim que a sociedade controla você.

Judas tinha uma personalidade, mas Jesus era consciente, tinha consciência. Jesus estava mais interessado no amor da mulher, Maria Madalena. Isso era uma coisa tão profunda que coibi-lo seria ferir o amor dela; ela iria afundar dentro de si mesma. Derramar o perfume sobre os pés de Jesus foi apenas um gesto. Por trás disso, ela estava dizendo. “Isso é tudo que tenho – a coisa mais preciosa que possuo. Verter água não seria o bastante; está é muito barata. Eu gostaria de derramar meu coração, eu gostaria de derramar todo meu ser….”

Mas Judas tinha somente sua personalidade: ele olhou para o perfume e disse, “Isso é valioso.” Estava completamente cego para a mulher e seu coração. O perfume é material, o amor é imaterial. Judas não conseguia ver o imaterial. Para isso, você precisa dos olhos da perceptividade, os olhos do coração.

Copyright © 2013 Osho International Foundation – public.Facebook

Cerimônia de Cura da Terra

oração nativa

Convido você que lê este mensagem, a parar por um momento. Respire por 4 vezes profundamente, desligue-se do tempo. Se não estiver com  tempo, leia esta mensagem em outro momento.

E sempre respirando tomar consciência dos tuneis de nosso corpo sutil (chakras) e expandir nossa consciência, para que possamos caminhar no equilíbrio e, com forças para suportar os acontecimentos terrenos, enviar nossa prece ou nosso momento de silêncio para os túneis, vórtices, mentes, consciência daqueles que dirigem este planeta, para que a Sabedoria Divina triunfe sobre a violência do mal, da destruição, do terror. E que os bálsamos consoladores do astral desçam sobre aqueles que sofrem. Que o Poder da Luz Divina estabeleça sua ordem na Terra.

cura da terra

PRECE NATIVA

Ó Grande Criador,
Eu chego até vós humildemente
E ofereço este Cachimbo Sagrado
Com lágrimas nos meus olhos
E a canção ancestral do meu coração

Eu oro :

Para os Quatro Poderes da Criação
Para o Avô Sol
Para Avó Lua
Para a Mãe Terra
E para meus Ancestrais

Eu oro por por minhas relações na natureza
Todos aqueles que caminham, rastejam, voam e nadam
Visíveis e invisíveis
Para os Bons Espíritos
que existem em cada parte da Criação.

Eu peço que abençoem nossos anciãos e crianças,
famílias e amigos,
E os irmãos e irmãs que estão presos
E oro por aqueles que estão doentes,
drogados e alcoólatras
E por aqueles que estão sem lar e abandonados
E também oro pela paz entre as 4 raças da humanidade.

Que eu tenha boa saúde e ajude a curar esta Terra
Que eu tenha a beleza acima de mim
Que eu tenha a beleza abaixo de mim
Que eu tenha a beleza dentro de mim
Que eu tenha a beleza ao meu redor

E peço que este mundo siga em Paz, Amor e Beleza.
(Medicine Grizzly Bear – Cerimônia de Cura da Terra)

É a vida…..

Mafalda sempre será lembrada e admirada. Tudo o que diz é para registro, não tem jeito. E realmente o que é o melhor da vida senão estar vivo? Vivo, consciente, podendo se dar e receber, velejar por mares brandos ou revoltos, usufruir do sol da liberdade, amadurecer em paz consigo mesmo.

mafalda e a vida

Síntese das Antíteses

Lao Tse

Só temos consciência do belo,

Quando conhecemos o feio.

Só temos consciência do bom,

Quando conhecemos o mau.

Porquanto, o Ser e o Existir,

Se engendram mutuamente.

O fácil e o difícil se complementam.

O grande e o pequeno são complementares.

O alto e o baixo formam um todo.

O som e o silêncio formam a harmonia.

O passado e o futuro geram o tempo.

Eis porque o sábio age pelo não agir,

E ensina sem falar,

Aceita tudo que lhe acontece

Produz tudo e não fica com nada.

O sábio tudo realiza e nada considera seu

Tudo faz – e não se apega à sua obra

Não se prende aos frutos da sua atividade

Termina a sua obra

E está sempre no princípio

E por isto a sua obra prospera.

Consciência da realidade

Somos todos feitos de energia e por isso estamos constantemente vibrando e atraindo pessoas e situações na mesma sintonia. Não sei quanto a vocês, mas já passei certos apertos financeiros em minha vida. Por mais que me esforçasse no trabalho e em minhas práticas espirituais, ocorriam verdadeiros “milagres financeiros negativos” que sempre apareciam para tirar meu dinheiro e me manter sempre no nível da sobrevivência. Tinha apenas o necessário e as vezes menos, nunca mais do que isso. E buscando uma cura para isso entendi que era eu mesmo que criava todas estas limitações que vivenciei. Nesta busca aprendi muitas coisas, vou lhes passar um pouco deste conhecimento. Nossa realidade física é materializada de acordo com um sistema de crenças que temos programadas em várias dimensões de nosso ser. As crenças são programações mentais poderosas que definem quem nós somos. Apenas uma pequena parte destas crenças são conscientes, a maioria são inconscientes. Em 99% do tempo estamos criando inconscientemente.

A partir de uma crença, muitos pensamentos e situações são atraídos para justificarem esta crença. Assim funciona o mental e o emocional. Alguém pode falar “eu estou falido porque meu sócio me passou a perna”, justificando o fato com o sócio ladrão. Mas de fato o que atraiu este sócio em primeiro lugar? A bendita crença. Sempre tem uma crença por trás de tudo o que manifestamos.

Tudo o que vemos aqui são manifestações de crenças. Existem crenças coletivas e crenças individuais. A lei da gravidade por exemplo é uma crença coletiva, assim como o tempo, as necessidades fisiológicas, a morte, a separação de Deus etc. São acordos coletivos para este determinado tipo de experiência que estamos vivendo na matéria.

Agora existem as crenças individuais que temos e que definem como nós somos e como é a nossa vida. Se a vida é fácil ou difícil, se somos saudáveis ou temos a saúde frágil, se somos seguros ou inseguros, pró ativos ou reativos e assim por diante.

Elas estão enraizadas tão profundamente que acreditamos que somos aquilo mesmo e até a defendemos. Ao conjunto de crenças responsáveis por determinada faixa dimensional ou vibratória damos o nome de “matriz”, ou “matrix”, como no filme.

Mudar o padrão de limitações que trazemos já desde muito tempo é um processo de autoconhecimento e reprogramação de crenças. Para tanto, são necessários 4 coisas:

– Assumir 100% da responsabilidade por tudo o que acontece (e já aconteceu) em nossa vida. Colocar-se no papel de vítima culpando o acaso, Deus, o governo ou os outros não nos serve mais como desculpa, somos nós que atraímos e manifestamos tudo. Quando assumimos a responsabilidade por nossa vida, recuperamos o poder que demos aos outros e as coisas e pessoas passam a não ser mais tão assustadoras como quando achávamos que tudo podia nos atingir. Agora sabemos que tudo é uma manifestação de nós mesmos e o que vemos fora é uma projeção do que temos dentro. Desta forma aprendemos também a perdoar e a não sobrecarregar os outros com nossas próprias expectativas.

– Superar o orgulho e a vaidade e aprender a olhar para nossa própria sombra sem defender as inúmeras máscaras que criamos ao longo de nossa vida. Sem humildade paramos de aprender e ficamos estagnados na mesma situação, eternamente achando que os outros é que estão errados e tudo tem que mudar, menos a gente.

– Ter a motivação e disciplina para se cuidar, não deixar-se abater e procurar sempre estar vibrando o mais elevadamente possível.

– Aprender a viver com 100% de confiança e 100% de entrega. Substituir nossas crenças limitantes por outras que nos auto-empoderam e submeter a vontade do nosso ego à Vontade de Deus. Muitas vezes idealizamos algo que queremos pois aquilo é o que representa para nós uma vibração ou emoção que queremos sentir, porém Deus e nosso Eu Superior entendem de vibração muito mais do que a gente e as vezes tem algo muito melhor para nos oferecer do que aquilo que imaginamos, só que nós atrapalhamos essa manifestação com nossa teimosia, preocupação e ansiedade.

A Terapia Multidimensional ajuda (e tem me ajudado) nisso curando as origens de determinadas crenças e emoções que ainda atuam negativamente em nossa realidade, porém, trazer esta mudança para o consciente e ainda aprender a criar conscientemente é uma obrigação nossa, é parte do nosso aprendizado de vida. A TM (ou qualquer outra terapia) é muito mais eficaz quando a pessoa utiliza a este tratamento como uma ferramenta para ajudar em seu processo cura e aprendizado e não para fazer o trabalho que é o próprio motivo de estarmos aqui.

Nós somos o mesmo que Deus é. Somos seres ilimitados, porém, nesta experiência nos programamos para sentirmos como se fossemos o contrário. Para este aprendizado, nosso ego assumiu o papel de Deus e busca incessantemente através do mental e do emocional suprir a Sua falta. Isso é uma grande ilusão, na verdade Deus nunca se separou de nós, mas sentimos como se fosse o contrário, sentimo-nos como indivíduos separados de tudo e de todos. Precisamos então abrir mão de todas estas programações que defendemos como sendo nós mesmos para acessar nossa essência divina e a partir daí entrarmos no fluxo divino do amor e da abundância.

Toda esta reforma não ocorre de uma hora para outra (olha aí uma crença limitante minha!) e são várias camadas de criações mentais que temos para limpar e transmutar.

É engraçado que todos temos esta sensação de que em algum momento de nossas vidas já estivemos melhores, mas, na verdade, nunca estivemos tão bem como agora. É que as vezes temos que descer um pouco para curar certas feridas que ficaram e que estão nos segurando em vibrações mais baixas, nos impedindo de subir ainda mais. Mas não se preocupem seus aprendizados e sua consciência não param nunca de crescer!

Neste processo que estamos passando, é importante estarmos atentos o tempo todo ao que sentimos, prestar atenção nas emoções que estão nos motivando a tomar qualquer atitude durante nosso dia. Por exemplo, se precisamos fazer algo em nosso trabalho mas sentimos desânimo, ou algo nos segura, ou certa insegurança, prestem atenção nas emoções que estão por trás disso. O mesmo em casos em que ficamos preocupados ou nervosos, que alguma coisa nos tira do sério, nossas vontades, o que nos está motivando a ter certas vontades e a tomar certas atitudes. Pode ser medo de algo, trauma, programação negativa, condicionamentos, achar que precisamos nos defender ou proteger de alguma coisa, que algo de ruim pode acontecer, que teremos que fazer algo desagradável, que alguém nos prejudicará, que nos julgarão, que deixaremos alguém triste, que seremos perseguidos, várias coisas.

Tudo isso que encontrarem e também seus sintomas físicos como dores crônicas ou pontuais, doenças, sonhos ou pensamentos recorrentes, pessoas com as quais sentem dificuldades de relacionamento etc. são tópicos para reprogramarem suas crenças e que também podemos tratar nas sessões de Terapia Multidimensional.

Agora, gostaria de compartilhar algo novo com vocês. Desde a época de meu avô fala-se muito em reprogramação mental, em fazer afirmações positivas sobre o que queremos manifestar em nossas vidas. Eu pessoalmente há vários anos que as faço e, embora a TM também também tenha me ajudado muito a me livrar de certos padrões negativos, em muitos assuntos continuo manifestando os mesmos resultados desagradáveis.

Há poucos dias fiquei sabendo de uma descoberta (óbvia) de que nosso cérebro rejeita certas afirmações que considera “mentira” e até acaba reforçando o oposto, que o método para nos reprogramarmos é outro: trata-se de fazer perguntas. Por exemplo, ao invés de afirmarmos “sou rico” (nosso cérebro rejeita na hora), perguntamos para nós mesmos “por que sou tão rico?” e damos um espaço para que nosso cérebro assimile esta informação, crie as respostas no subconsciente e programe-o com as informações do porque somos ricos. Não precisamos buscar a resposta conscientemente, nossa mente faz este trabalho sozinho. Dessa forma nosso subconsciente que é o grande “manifestador” da nossa realidade pode ser reprogramado.

As perguntas devem ser todas positivas e feitas como se já fôssemos aquilo que perguntamos. Por exemplo, não é para perguntar “por que tenho medo de ficar sozinho?”, o correto é “por que estou tão bem comigo mesmo?”, “por que me sinto tão seguro?”, sempre corrigindo o padrão limitante que encontrarem em si mesmos e dando alguns segundos de silêncio mental para as mudanças ocorrerem em nosso sistema.

Eu tenho testado isso e já percebi grandes diferenças em meu humor, confiança, paz mental e ânimo. Em algumas perguntas senti até as mudanças em meus chakras! Testem com perguntas como “por que me amo incondicionalmente?”, “por que me permito ser quem eu realmente sou?”, “por que me expresso com tanta facilidade?”, “por que a vida me trata tão bem?”, “por que confio tanto em Deus e no universo?”, “por que minha mente está tão calma e serena?”, “por que sempre opto por alimentos saudáveis?” e assim por diante…

Este é um trabalho de persistência e aprendizado, de curas e transformações. Na medida em que forem se redescobrindo e encontrando seus próprios bloqueios, limitações e também seus potenciais que estavam aí escondidos, estarei à disposição para ajudá-los em suas dúvidas e no que for preciso.

Rodrigo Durante –rodrigo@terapiamultidimensional.com – site Somos Todos Um

Consciência

 

 

Preocupe-se MAIS com a sua CONSCIÊNCIA do que com a sua Reputação,
porque a CONSCIÊNCIA é o que você é, e a reputação é o que os outros
pensam de você.
E o que os outros pensam, é problema deles”.

Confúcio.