Arquivo de Tag | equilíbrio

O Segredo da Saúde mental e corporal

Louise L. Hay –  professora de metafísica e autora de 14 best sellers, traduzidos para vinte e três idiomas e distribuídos para 30 países.
Estou relendo e mantenho na cabeceira, um de seus livros mais famosos “V.Pode Curar sua Vida”.  – Comprei uma das primeiras edições, há muitos anos, quando ainda morava em SP.  Lembro-me que o emprestei para um amigo e, como geralmente acontece, livro que se empresta não volta (por isto não gosto de emprestar quando gosto muito do livro). Agora, morando no interior, outro dia entrei num brechó e encontrei o livro novamente que pulou aos meus olhos. Vale a pena o contato com esta sábia escritora que, desde 1981 vem ensinando milhares de pessoas a descobrir e usar o pleno potencial de seus próprios poderes criativos para a autocura e a evolução espiritual.

livro v. pode curar

“O segredo da saúde mental e corporal está em não se lamentar pelo passado,

não se preocupar com o futuro,

nem se adiantar aos problemas, mas viver sábia e seriamente o presente.”

Buda

mandala verde para saúde

(Mandala verde para saúde física e mental)

Se você deseja obter uma saúde melhor, há sem dúvida algumas coisas que não deve fazer: não se zangue com seu corpo nem se queixe dele por nenhum motivo. A raiva é uma afirmação poderosa que diz ao seu corpo que você o detesta ou detesta algumas partes dele. Suas células estão sempre atentas a cada um dos seus pensamentos.

Pense em seu corpo como um funcionário que trabalha ao máximo para manter você em perfeita saúde, independentemente de como você o trate.

Seu corpo sabe se curar.

Se você lhe der alimentos e bebidas saudáveis, exercício, suficientes horas de sono e tiver pensamentos positivos, o trabalho será fácil. As células estarão trabalhando em uma atmosfera feliz e saudável.

Mas se você ficar diante da tevê, empanturrando-se de comida gordurosa e refrigerante, se não dormir o suficiente, se viver resmungando e se irritando o tempo todo, as células do seu corpo estarão trabalhando numa atmosfera desfavorável. Se este é o seu caso, não admira que seu corpo não seja tão saudável quanto você gostaria.

Você nunca criará uma boa saúde falando das suas doenças ou ocupando seu pensamento com elas.

A boa saúde é resultado do amor e da admiração.

não se ausente

Você deve tratar seu corpo com o máximo de amor.

Fale com ele e o elogie de forma carinhosa.

Se uma parte do seu corpo está doente ou sente algum desconforto, trate-a com o cuidado que teria com uma criança adoentada. Diga-lhe o quanto a ama e que está fazendo o que pode para ajudá-la a se recuperar rapidamente. Se você estiver doente, não basta ir ao médico para que este lhe prescreva remédios. Seu corpo está lhe dizendo que você anda fazendo algo que o está prejudicando. É preciso aprender mais sobre saúde – quanto mais você souber, mais fácil será cuidar do seu corpo.

Não escolha se sentir uma vítima.

Se fizer isso, estará abrindo mão do seu poder.

Leia um dos muitos bons livros que ensinam como nos mantermos saudáveis ou vá a um nutricionista para montar uma dieta preparada especialmente para você. Mas, faça o que fizer, crie uma atmosfera mental saudável e feliz. Seja um participante ativo do seu próprio projeto de saúde.

Acredito que criamos cada uma das doenças do nosso corpo.

O corpo, assim como tudo o mais na vida, é um espelho dos nossos pensamentos e crenças. Ele está sempre falando conosco; para ouvi-lo, basta que dediquemos tempo e atenção. Toda célula do corpo reage a cada pensamento nosso e a cada palavra que dizemos.

Padrões contínuos de pensamento e fala produzem comportamentos corporais e estados de espírito, produzem saúde ou doença. Quem está permanentemente com uma expressão carrancuda não ficou assim por ter pensamentos alegres e amorosos. Os rostos e corpos das pessoas de mais idade mostram claramente quais foram os padrões de pensamento de uma vida inteira.

Aprenda a aceitar que sua vida não é uma série de eventos ao acaso e sim uma jornada de crescimento. Se você viver todos os dias com esta consciência, nunca envelhecerá, apenas continuará a se desenvolver.

Então mude seu modo de pensar agora e vá em frente!

Você está no mundo por um motivo importante e tudo de que precisa está ao seu alcance.

Você pode optar por ter pensamentos que criem uma atmosfera mental que contribua para a doença ou por ter pensamentos que criem uma atmosfera saudável tanto dentro de você quanto à sua volta.

Louise Hay

– texto publicado por  José Batista de Carvalho –  Universo Natural
Anúncios

Êxtase

silêncio

Tome consciência do êxtase

“A mente em geral está consciente da dor, mas nunca do êxtase. Se você tem dor de cabeça, está consciente dela. Se não tem dor de cabeça, não se dá conta do bem-estar. Quando o corpo dói, fica consciente dele, mas, quando o corpo está perfeitamente saudável, você não tem consciência da sua saúde.

Essa é a causa básica que faz com que você se sinta tão infeliz: toda a nossa consciência está concentrada na dor. Nós só contamos os espinhos – nunca olhamos para as flores. De algum modo, escolhemos os espinhos e ignoramos as flores. Por uma razão biológica, a natureza fez com que você tivesse consciência da dor para poder evitá-la. De outro modo, sua mão podia ser queimada sem que notasse, seria difícil sobreviver. A natureza, no entanto, não tem qualquer sistema para deixá-lo consciente do prazer, da alegria, da bem-aventurança. Isso tem que ser aprendido, tem que ser praticado. Trata-se de uma arte.

Deste momento em diante, procure ficar consciente das coisas que não são naturais. Por exemplo, seu corpo está saudável: sente-se silenciosamente e tome consciência dele. Sinta o bem-estar. Não há nada de errado com você – aproveite! Faça um esforço deliberado para ter percepção disso. Você se alimentou bem e o seu corpo está satisfeito, saciado: tome consciência disso.

Quando você está com fome, a natureza o deixa consciente disso, mas não tem um sistema para deixá-lo consciente quando está saciado, é algo que tem de ser desenvolvido. A natureza precisa aprimorar essa capacidade porque a sobrevivência é tudo o que tem em vista – qualquer coisa além disso é luxo. A felicidade é um luxo, o maior luxo que existe.

Observo que é isso que faz com que as pessoas sejam tão infelizes – na verdade, não são tão infelizes quanto parecem. Têm muitos momentos de grande alegria, mas esses momentos passam em branco, pois elas nunca tomam consciência deles. A memória das pessoas está sempre cheia de dor e de feridas. A mente, sempre cheia de pesadelos. Num período de 24 horas acontecem milhares de coisas pelas quais você daria graças a Deus, mas sequer se dá conta delas!

Você precisa começar a fazer isso a partir de agora. Ficará surpreso ao ver que a alegria aumentará dia após dia, enquanto a dor e a tristeza diminuirão proporcionalmente, até chegar o dia em que a vida será quase uma celebração. A dor só surgirá de vez em quando e fará parte do jogo. Você não ficará abalado nem perturbado, apenas aceitará.

Se você aprecia a sensação de saciedade que surge depois que come, sabe que a fome provoca uma leve dor… e isso é bom. Se teve uma boa noite de sono e pela manhã se sentiu vivo e revigorado, sabe que, se passar uma noite sem dormir, sentirá um leve mal-estar, mas isso também faz parte do jogo.

Sei por experiência própria que a vida consiste em 99% de alegria e 1% de dor. Contudo, a vida das pessoas consiste em 99% de dor e 1% de alegria – está tudo invertido.

Fique cada vez mais consciente do prazer, da felicidade, do positivo, das flores, dos pequenos raios de sol em meio às nuvens negras.”

Osho, em “Corpo e Mente em Equilíbrio”

A espiritualidade e o equilíbrio

espiritualidade

Duas palavras que andam juntas, pois caminhando na espiritualidade conseguimos chegar mais próximos ao equilíbrio.
Equilíbrio em todos os aspectos; emocional, nos relacionamentos, nos problemas do dia a dia, saúde e o principal: o equilíbrio de nosso Eu.
A espiritualidade traz este equilíbrio, passamos a saber transformar os problemas em soluções, em aprendizados.
O mundo em volta de nós muda, as pessoas e os acontecimentos.
O que ontem parecia ser o fim do mundo, hoje é o começo, uma descoberta para tranqüilidade e harmonia pessoal.
É como se descobríssemos um dom, o dom de transmutar tudo que é ruim em algo simples, normal, fácil de lidar.

Ainda não sabemos o quanto pode ser fácil ser feliz. Corremos atrás de uma felicidade imposta pelos homens, status, dinheiro, fama.

Quando na verdade a real felicidade está perto de nós, nas coisas mais simples da vida.
Num dia agradável com quem se ama, com a família, em momentos na natureza, sentindo um pouco o que Deus nos dá de presente, todos os dias.
Quando realmente nos damos conta da verdadeira felicidade, pode ser tarde!
Os filhos cresceram, a natureza que um dia foi abundante, pode estar se acabando,o verdadeiro amor que sempre estava a seu lado pode ter partido ou desistido de te amar.

Novos tempos, novas descobertas.
Hoje em dia temos acesso a tudo que queremos!
Busque a espiritualidade, é a chave para o equilíbrio e felicidade plena.
Permita-se ser feliz.
Paz e Luz !
(Alessandra Schuch)

Antahkarana –

ANTAHKARANA

Saiba mais sobre este símbolo  tibetano de meditação e cura, inclusive aplicado no Reiki.reiki ANTAHKARANA

É uma palavra sânscrita (Antar = meio ou interior e Karana= causa instrumento,). O Antahkarana é usado tecnicamente para representar a ponte entre a mente superior e inferior, o instrumento operacional entre elas.
Alice Bailey e vários outros autores de filosofia Tibetana, têm algum conhecimento de Antahkarana, o qual você pode também encontrar em grande número de livros. Eles descrevem o Antahkarana como parte da anatomia espiritual. Ele é a ligação entre o cérebro físico e o Eu Superior. É a ligação que tem que crescer, se quisermos crescer espiritualmente. O símbolo do Antahkarana aqui descrito representa esta conexão e a ativa em sua presença, onde quer que você esteja.
O Antahkarana é um antigo símbolo de meditação e cura, que vem sedo usado na China e no Tibet por milhares de anos. Ele é um símbolo poderoso, e apenas o tendo em sua presença ele criará um efeito positivo na Aura e nos Chakras. É um símbolo especial que tem sua própria consciência. Por ser dirigido pelo Eu Superior, ele sempre tem um efeito benéfico e nunca pode ser mal usado ou usado para causar o mal.
Este símbolo pode ser colocado sob uma mesa de aplicação de Reiki, sob o assento de uma cadeira. Pode ser colocado na parede, etc…Cria o que os taoistas chamam de “A Grande Órbita Microcósmica”, no ponto em que as energias psíquicas, que normalmente entram pelo Chákra coronário, entram pelos pés e viajam subindo por trás do corpo até o topo da cabeça, e daí descem pela frente até os pés novamente, ligando, assim, a pessoa à terra, e criando um contínuo fluxo de energia através dos Chákras. Isto também neutralizará a energia negativa que foi coletada em objetos como: jóias, relógios, pedras, etc…
O Antahkarana intensifica todos os trabalhos de cura, incluindo Reiki, Johrei, Mahikari, Jin Shin, Terapia da Polaridade, Quiroprática, Hipnoseterapia, Regressão a Vidas Passadas, etc…Estes efeitos positivos têm se confirmado nos consultórios.
Este símbolo é multidimencional, atua em diferentes planos, sendo feito de três setes numa superfície plana. Os três setes representam os sete Chakras, as sete cores do arco-íris e os sete tons da escala musical. Estes três setes são mencionados no livro de Revelações ( Apocalipse ), como as sete velas, trombetas e os sete selos. Sua energia move-se e sobe, através das dimensões invisíveis, até a dimensão do Eu Superior, por isso não pode ser usado para o mal.
O Antahkarana tem sido guardado por milhares de anos, sendo conhecido e usado por poucos. Agora é hora de todos, na Era de Aquários, terem acesso a esse símbolo de cura antigo e sagrado. Qualquer um que usa-lo terá a ligação entre o cérebro físico e o Eu Superior reforçado.
ANTAHKARANA

Que eu não perca

rosa branca

“Que Deus não permita que eu perca o romantismo,
mesmo sabendo que as rosas não falam;

Que eu não perca o otimismo,
mesmo sabendo que o futuro que nos espera
não é assim tão alegre;
Que eu não perca a vontade de viver,
mesmo sabendo que a vida é,
em muitos momentos, dolorosa;

Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos,
mesmo sabendo que com as voltas do mundo,
eles acabam indo embora de nossas vidas;

Que eu não perca a vontade de ajudar as pessoas,
mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver,
reconhecer e retribuir esta ajuda;

Que eu não perca o equilíbrio,
mesmo sabendo que inúmeras forças
querem que eu caia;

Que eu não perca a vontade de amar,
mesmo sabendo que a pessoa que eu mais amo
pode não sentir o mesmo sentimento por mim;

Que eu não perca a luz e o brilho no olhar,
mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo
escurecerão meus olhos;

Que eu não perca a garra,
mesmo sabendo que a derrota e a perda
são dois adversários extremamente poderosos;

Que eu não perca a razão,
mesmo sabendo que as tentações da vida
são inúmeras e deliciosas;

Que eu não perca o sentimento de justiça,
mesmo sabendo que o prejudicado possa ser eu;

Que eu não perca o meu forte abraço,
mesmo sabendo que um dia meus braços estarão fracos;

Que eu não perca a beleza e a alegria de ver,
mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos
e escorrerão por minha alma;

Que eu não perca o amor por minha família,
mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigirá
esforços incrí­veis para manter sua harmonia;

Que eu não perca a vontade de doar
este enorme amor que existe em meu coração,
mesmo sabendo que muitas vezes
ele será¡ subestimado e até rejeitado;

Que eu não perca a vontade de ser grande,
mesmo sabendo que o mundo é pequeno.

E acima de tudo…
Que eu jamais me esqueça de que
Deus me ama infinitamente,
de que um pequeno grão de alegria e esperança
dentro de cada um
É capaz de mudar e transformar qualquer coisa,flores pra você

POIS A VIDA É CONSTRUÍDA “NOS SONHOS”
E CONCRETIZADA “NO AMOR!” ”

(Chico Xavier – ??)