Arquivo de Tag | pessoas

Pessoas e músicas

Pensando bem, esta colocação tem tudo a ver.  

As pessoas são mesmo músicas em nossa convivência.

Analise um pouquinho e encontre em sua vida cada uma delas e seu significado. 

pessoas como música

Anúncios

Tarô da Transformação do Momento – OSHO

Não consigo resistir à leitura de Osho. Enriquece, muda formas de pensar, trás vida para a vida.

osho

Mesmo que você tenha quebrado seus votos mil vezes…

Tristeza, sofrimento e miséria – tudo tem que ser tomado de forma não-séria, porque, quanto mais você os levar à sério, mais difícil será livrar-se deles. Quanto menos sério você for, mais fácil ficará passar através do sofrimento, através dos períodos de escuridão, cantando uma canção. E, se uma pessoa é capaz de passar por esses períodos cantarolando e dançando, então por que se torturar sem necessidade? Torne essa jornada somente um belo caso para risadas.

Há uma bela frase de Mevlana Jalaluddin Rumi, um dos maiores mestres sufis de todos os tempos. Ele disse: Venha, quem quer que seja; Errante, religioso, amante do conhecimento… Não importa. 

Não é de desespero, nossa caravana. Venha, mesmo que por mil vezes tenhas quebrado seu voto. Venha, venha, e mais uma vez, venha. Lembre-se desta bela frase: “Não é de desespero nossa caravana.” Também posso dizer isto. Não é de desespero nossa caravana, é a celebração da vida. 

As pessoas se tornam religiosas para fugir da infelicidade, e aquele que se torna religioso por conta da miséria, do sofrimento, está se tornando religioso pelas razões erradas. E, se algo já começa errado, o fim não poderá dar certo. Torne-se religioso por causa da alegria, por causa da experiência da beleza que está ao seu redor, por causa do enorme presente que a existência lhe deu: a vida. 

Torne-se religioso por gratidão. Seus templos, suas igrejas, suas mesquitas e gurudwaras estão cheios de pessoas miseráveis. Elas transformaram também os seus templos em infernos. Estão lá porque estão em agonia. Elas não conhecem nada sagrado, nenhuma verdade, não têm interesse na verdade. Não estão preocupadas com a verdade, não há questionamento. Estão lá apenas para serem consoladas, confortadas. 

Então procuram qualquer um que possa dar a elas crenças fáceis com as quais possam remendar suas vidas, esconder suas feridas, cobrir sua infelicidade. Estão lá à procura de uma falsa satisfação. A nossa caravana não é de desespero. É um templo de alegria, de canções, de música, de criatividade, de amor e vida. Não importa. 

Você pode ter quebrado todas as regras de conduta ou de moralidade. Na verdade, qualquer um que tenha alguma coragem irá quebrar essas regras. Concordo com Jalaluddin Rumi, quando ele diz: Venha, mesmo que por mil vezes você tenha quebrado os seus votos. 

As pessoas inteligentes irão quebrar todos os seus votos muitas vezes, porque a vida está sempre mudando, as situações mudam. E um voto é feito sob pressão – talvez o medo do inferno, a ganância pelo paraíso, respeitabilidade na sociedade… Não está vindo do núcleo mais profundo de seu ser. 

Quando algo vem de seu próprio ser interno, nunca se quebrará. Mas então não será um voto, será um fenômeno simples, como respirar. Venha, venha e mais uma vez venha. Todos são bem-vindos, sem qualquer condição. 

Você não precisa preencher nenhum pré-requisito. Chegou a hora em que é necessário uma grande rebelião contra todas as religiões estabelecidas. A religiosidade é necessária no mundo, mas não precisamos de novas religiões – chega de hindus, cristãos, mulçumanos – só é preciso de de pessoas puramente religiosas, pessoas que tenham grande respeito e amor por si mesmas.

Copyright © 2013 Osho International Foundation

 

 

Sou como sou

Esta questão de “sou como sou e não como querem que eu seja” valeu uma boa reprimenda e castigo quando que era menina e ainda estudava interna em colégio de dominicanas.

Não resisti colocar tal frase em um santinho que dei para uma freira que eu gostava muito.

Creio que eu não era das meninas mais quietinhas e passivas e devo ter feito algo naqueles dias que não comportava eu mesma referendar rsrs

Acho que foi por isto o castigo.

Mas esta frase  – que vi pela primeira vez em um caminhão rodando pela estradinha de Poços de Caldas à Guaxupé – ficou sempre gravada em meu subconsciente.

Este quadro que encontrei agora vem complementar o que realmente penso.  

Uma pequena correção.

Eu era quietinha sim, mas no silêncio, doçura e timidez que aparentava, escondia-se sempre um tanto de rebeldia

que fazia questão de se mostrar nem sempre de forma devida e não atrevida.

E que bom que consegui manter pela vida afora o ser assim, sem perder meus sonhos.

sou como sou

Liberdade

“Liberdade verdadeira começa comigo. Eu não preciso ficar olhando para as ações dos outros. Eu não preciso ficar chateado com o que vejo. Eu deveria apenas checar o que eu estou fazendo. As outras pessoas são atores da ilimitada Peça da Vida. Elas farão o que quiserem fazer, mas eu posso escolher em que direção ir. Eu decido ser ou não ser influenciado, compelido ou usado pelos outros. O mais importante é saber que uma melhor forma de viver está em minhas mãos, não nas mãos dos outros. Eu sou livre.”

Brahma Kumaris