Arquivo de Tag | silêncio

Conceito de Deus

Deus“Eu acredito em Deus. Mas não sei se o Deus em que eu acredito é o mesmo Deus em que acredita o balconista, a professora, ou o porteiro. O Deus em que acredito não foi globalizado. O Deus com quem converso não é uma pessoa, não é pai de ninguém.

É uma ideia, uma energia, uma eminência.
Não tem rosto, portanto não tem barba.
Não caminha, portanto não carrega um cajado.
Não está cansado, portanto não tem trono.

O Deus que me acompanha não é bíblico. Jamais se deixaria resumir por dez mandamentos, algumas parábolas e um pensamento que não se renova.

O meu Deus é tão superior quanto o Deus dos outros, mas sua superioridade está na compreensão das diferenças, na aceitação das fraquezas e no estímulo à felicidade.

O Deus em que acredito me ensina a guerrear conforme as armas que tenho e detecta em mim a honestidade dos atos. Não distribui culpas a granel: As minhas são umas, as do vizinho são outras, e nossa penitência é a reflexão.

Ave Maria, Pai Nosso, isso qualquer um decora sem saber o que está dizendo. Para o Deus em que acredito só vale o que se está sentindo. O Deus em que acredito não condena o prazer.

Se Ele não tem controle sobre enchentes, guerrilhas e violência, se não tem controle sobre traficantes, corruptos e vigaristas, se não tem controle sobre a miséria, o câncer e as mágoas, então que Deus seria Ele se ainda por cima condenasse o que nos resta: O lúdico, o sensorial, a libido que nasce com toda criança e se desenvolve livre, se assim o permitirem?

O Deus em que acredito não é tão bonzinho, me castiga e me deixa um tempo sozinho. Não me abandona, mas me exige mais do que uma visita à igreja, uma flexão de joelhos e uma doação aos pobres.
Cobra caro pelos meus erros e não aceita promessas performáticas, como carregar uma cruz gigante nos ombros.

A cruz pesa onde tem que pesar: dentro.
É onde tudo acontece e tudo se resolve.

Este é o Deus que me acompanha. Um Deus simples. Deus que é Deus não precisa ser difícil e distante, sabe tudo e vê tudo. Meu Deus é discreto e otimista.

Não se esconde, ao contrário, aparece principalmente nas horas boas para incentivar, para me fazer sentir o quanto vale um pequeno momento grandioso: um abraço num amigo, uma música na hora certa, um silêncio.

É onipresente, mas não onipotente.
Meu Deus é humilde.
Não posso imaginar um Deus repressor e um Deus que não sorri.

Publicado no facebook – página Wanderlust

Aproveita o dia

oásisNão deixes que termine sem teres crescido um pouco.
Sem teres sido feliz, sem teres alimentado teus sonhos.
Não te deixes vencer pelo desalento.
Não permitas que alguém te negue o direito de expressar-te, que é quase um dever.
Não abandone tua ânsia de fazer de tua vida algo extraordinário.
Não deixes de crer que as palavras e as poesias sim podem mudar o mundo.
Porque passe o que passar, nossa essência continuará intacta.
Somos seres humanos cheios de paixão.
A vida é deserto e oásis.
Nos derruba, nos lastima, nos ensina, nos converte em protagonistas de nossa própria história.
Ainda que o vento sopre contra, a poderosa obra continua, tu podes trocar uma estrofe.
Não deixes nunca de sonhar, porque só nos sonhos pode ser livre o homem.
Não caias no pior dos erros: o silêncio.
A maioria vive num silêncio espantoso. Não te resignes, e nem fujas.
Valorize a beleza das coisas simples, se pode fazer poesia bela, sobre as pequenas coisas.
Não atraiçoes tuas crenças.
Todos necessitamos de aceitação, mas não podemos remar contra nós mesmos.
Isso transforma a vida em um inferno.
Desfruta o pânico que provoca ter a vida toda a diante.
Procures vivê-la intensamente sem mediocridades.
Pensa que em ti está o futuro, e encara a tarefa com orgulho e sem medo.
Aprendes com quem pode ensinar-te as experiências daqueles que nos precederam.
Não permitas que a vida se passe sem teres vivido…

Walt Whitman

Silêncio

 

silêncio

A vida barulhenta
é trocada pela voz de seu coração.
Quando as palavras se calam no seu interior,
você experimenta a sensação do divino.
As noites agitadas de quem
não quer perder nada
são substituídas por
encontros mais tranqüilos
dentro de sua alma.

Viver o silêncio de seu ser
consiste em esvaziar seu
coração de todos os desejos,
pensamentos, fantasias,
tudo o que você guardou dentro de si,
e deixar um espaço
para sua alma
se expressar sutilmente.

Entender palavras é muito fácil,
mas você
experimentará o perfume da vida
quando compreender
os milagres que acontecem
quando um olhar
encontra silenciosamente
o olhar de outra pessoa.

Você conhece a
verdadeira amizade
quando as palavras
não são necessárias
e consegue perceber a beleza
da lua encontrando o sol.

Seu interior tem muito
mais a dizer do que todo
o noticiário dos jornais.
Seu ser tem mais força do
que todas as imagens das novelas.
Quando acontece o silencio,
você não tem
mais nada para provar.

Roberto Shinyashiki

Fim de tarde

Cai a tarde em Piracicaba.

Lânguida, mansa, devagar.

O sol se esconde e a noite vem chegando.

Mais um dia se foi.

Quente, tranquilo, sem alterações.

Já não se vê o sol.

Mas o céu ainda é azul claro,

começando suas nuances cinzas, róseas, violáceas.

Assisto mais um fim de tarde

nesta cidade que aprendi a amar.

Ouço os pássaros se recolhendo.

Uns piam longamente. Outros intercalados.

Pressinto cada um chegando ao seu ninho.

Se não vejo, imagino suas casinhas.

E os percebo em retorno

ao pedaço que cada um constrói.

Sinto-me solta e em casa.

Vivo e convivo com eles e a natureza.

Posto-me aqui ouvindo, vendo e sentindo.

Estou no espaço, no mundo, na energia.

Sou energia. Sou mundo. Sou espaço.

Misturo-me aos pássaros, vibro em suas asas e pios,

existo neste mundo grande de Deus.

Silêncio

“Para experimentar paz interior nós precisamos de silêncio. Pensamentos de preocupação e pensamentos sobre coisas desnecessárias provocam confusão na mente e nos afastam do silêncio interior. Tristeza, medo e dúvida removem nossa capacidade de ter coragem e fé. Precisamos entender a nós mesmos com honestidade e amor; só então podemos experimentar silêncio.”

 Dadi Janki. Into great silence, The World Renewal, September, 2012

Silêncio

 

“Seja qual for a situação, vá fundo no silêncio e veja o poder que vem de dentro. Silêncio interno profundo é a medicina que promove a cura de ferimentos e mágoas do passado. Quando há silêncio, novas idéias florescem, talentos são fortificados e tudo se acomoda facilmente.”

Brahma Kumaris